7 erros surpreendentemente comuns de má gestão empresarial

Gestão Empresarial - Dois homens, vestidos de terno, em um escritório, olhando para um tablet

É dever do empresário se inteirar de todos os setores que envolvem o seu negócio, independentemente de sua especialização ou grau de conhecimento. Por ter uma aparência mais burocrática e complexa, o setor da contabilidade costuma não receber muita atenção dos empresários, o que pode acarretar em diversos problemas de gestão empresarial que podem prejudicar a empresa.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo para você. Nele, você pode conhecer alguns erros comuns que podem acontecer e entender a importância da função do contador para o seu negócio.

Continue a leitura e saiba mais!

Como você está administrando sua empresa?

Existem muitos erros que as empresas acabam cometendo por falta de conhecimento ou, até mesmo, ausência de uma orientação profissional contábil qualificada. Dentre essas muitas falhas, separamos sete das mais comuns para ajudar você a identificar se estão presentes em seu negócio e, a partir disso, auxiliá-lo a encontrar soluções inteligentes e efetivas para sanar essas falhas.

Conheça os erros de gestão empresarial que têm causado suas dores de cabeça:

1. Misturar as finanças empresariais e pessoais

Muitos empresários não possuem uma rotina organizada em seu financeiro e cometem o equívoco de misturar as finanças empresariais com as pessoais. Esta prática, muito comum em empresas de pequeno e médio porte, tem sido responsável por levar muitas empresas à falência.

É essencial que haja separação entre as despesas da empresa — quanto pessoa jurídica — e da pessoa física, no caso, os sócios da empresa. Para isso, existe o chamado pró-labore, que é o salário do sócio estipulado em contrato. Os gastos pessoais devem ser financiados apenas com o valor recebido em pró-labore.

2. Pensar somente no curto prazo

Para um negócio ser bem sucedido, ter um planejamento é indispensável, mas este precisa ser a longo prazo e não apenas visando o presente. Nisto também ressalta-se a importância de ter um contador, pois a contabilidade além de controlar os números atuais, também permite prever o crescimento futuro e identificar riscos financeiros.

Pensar somente no curto prazo leva à deficiências que podem resultar em prejuízos no futuro.

3. Não utilizar tecnologia

Atualmente, existem muitos softwares e aplicativos que otimizam os processos e tornam a rotina mais prática. Sem estas ferramentas, o serviço se torna mais trabalhoso e mais propenso a erros.

Tanto no setor financeiro como no contábil, é importante o uso da tecnologia de programas desenvolvidos especialmente para cada setor, ajudando no rendimento do trabalho e diminuindo consideravelmente a ocorrência de erros.

4. Não controlar o fluxo de caixa

Primeiramente, o que é fluxo de caixa?

É o movimento de entradas e saídas de dinheiro do caixa da empresa, ou seja, o que você recebe e o que paga em seu negócio.

Controlar os fluxos de caixa é uma ferramenta indispensável para uma boa gestão. Com os relatórios de receitas e despesas, é possível definir metas com mais precisão, planejar compras de estoques, analisar a situação financeira e projetar estratégias e ações que aumentem o lucro da empresa.

Com certeza, o controle do fluxo de caixa é uma das bússolas que norteiam o sucesso de qualquer negócio.

5. Não acompanhar o contador

O contador é o profissional mais capacitado para gerenciar as questões contábeis da sua empresa, mas deixar essa responsabilidade totalmente nas mãos dele é um erro muito comum.

Desenvolver uma relação próxima com seu contador é essencial para manter os interesses da empresa sempre alinhados com as leis e os deveres junto aos órgãos governamentais. Além disso, o contador precisa ter acesso a todos os documentos da empresa, só assim ele poderá ajudá-lo com a tomada de decisões, visando os melhores resultados.

6. Não ter planejamento tributário

Você sabe o que são todos os impostos que a sua empresa paga? Sabe dizer se a sua empresa está enquadrada no modelo de tributação mais adequado?

Pois é, outro erro que muitos empresários cometem é o de não conhecer os impostos que paga e, portanto, acabam pagando mais do que devem. A falta de orientação do contador também contribui para que esse erro seja reproduzido.

Por isso, é importante escolher um profissional interessado e comprometido em fazer o melhor pela sua empresa, trabalhando para que você não pague nenhum centavo a mais do que o necessário.

7. Falta de organização dos documentos

Mesmo que estejamos vivendo na era da tecnologia, os documentos em papel ainda são importantes. Os recibos devem ser guardados, pois ajudam a esclarecer erros ou diferenças na contabilidade e oferecem mais oportunidades de dedução na hora de declarar os impostos.

É importante manter arquivadas as notas fiscais, extratos bancários e impostos pagos. Quando os documentos da empresa estão organizados evita falhas e erros contábeis.

Quer saber como evitar esses erros na sua empresa?

Tenha uma contabilidade bem feita! Conte com a orientação de um contador qualificado, que preste um serviço sério e comprometido. Mantenha os documentos da sua empresa sempre organizados, controle seu fluxo de caixa, não misture o dinheiro da empresa com o seu e faça um bom planejamento.

Se você identificou na sua empresa algum dos erros que citamos, comece hoje mesmo a procurar meios de solucioná-los. Quanto antes você fizer as mudanças necessárias na sua contabilidade, melhor será para sua perspectiva de futuro.

Conclusão

Trabalhar a gestão empresarial é uma tarefa que exige cuidado e dedicação, pois do estresse estes erros podem causar multas e problemas com o fisco. Portanto, mantenha a sua empresa sempre atualizada, otimizando e ajustando o que for necessário para muito sucesso nos negócios.


Precisando de uma contabilidade ágil, qualificada e completa? Entre em contato conosco para receber uma proposta!

1 I like it
0 I don't like it

Equipe Factor bio.